Português

Oxigênio Dissolvido

O oxigênio dissolvido em água é crítico para a sobrevivência de animais aquáticos. A maior parte das criaturas que vivem na água dependem do oxigênio para sobreviver. A medida que a concentração de oxigênio dissolvido na água decresce, se torna difícil para os animais conseguirem o oxigênio necessário para a sobrevivência. O baixo nível de oxigênio dissolvido é frequentemente resultado da eutrofização, que ocorre quando se têm muitos nutrientes (tais como nitrogênio e fósforo) nas águas causando densa proliferação e crescimento de algas. Quando essas algas morrem e se decompõem, o processo de decomposição consome o oxigênio dissolvido nas águas, reduzindo a disponibilidade deste oxigênio para os outros seres vivos e organismos, que acabam sendo prejudicados, chegando até mesmo a morrer.

Como é medido?

Baía de Guanabara

O oxigênio dissolvido foi medido em aproximadamente 20 estações de monitoramento entre 2013-2015. A proporção do tempo que o oxigênio dissolvido esteve abaixo dos limites para cada estação foi calculada e então espacialmente ponderada entre as regiões a serem reportadas.

Bacia Hidrográfica da Baía de Guanabara

O oxigênio dissolvido foi medido em aproximadamente 55 estações de monitoramento entre 2013-2015. A proporção do tempo que o oxigênio dissolvido esteve abaixo dos limites para cada estação foi calculada e então espacialmente ponderada entre as regiões a serem reportadas.

Os dados são fornecidos pelo INEA.

Cada amostra é comparada com um limiar para calcular uma pontuação em forma percentual de 0 a 100. As pontuações produzidas pelas estações de monitoramento são usadas para calcular a média específica de cada estação. As pontuações das estações de monitoramento presentes nas regiões distintas são usadas para calcular a média específica de cada região. O percentual do indicador é a média das pontuações de todas as regiões.

Níveis de limiar

O limite para o oxigênio dissolvido na Baía é >5 mg/l.
O limite para o oxigênio dissolvido na bacia hidrográfica é >5 mg/l.